Dieta para emagrecer, implementada de forma responsável, com o objectivo de perder peso e atingir o peso ideal. Dieta para emagrecer de modo rápido, saudável, dieta da sopa, tudo o que diz respeito às formas de perder peso. Tentamos compilar aqui todas as informações relevantes.


segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Dieta das proteínas


Comer sem restrições de quantidade e mesmo assim emagrecer é sem sombra de dúvida apelativo. Saiba tudo sobre a dieta das proteínas seguida por inúmeras celebridades.


A dieta das proteínas tem origem na célebre dieta do Dr. Atkins popularizada por imensas estrelas de cinema. Publicada originalmente em 1972, sofreu de imediato o repúdio da comunidade científica e o apoio entusiástico de muitos seguidores. Apesar de originalmente os resultados deste tipo de dieta não serem reconhecidos pelos nutricionistas, a evidência acumulada veio dar razão ao seu proponente. Hoje em dia é aceite por muitos especialistas que uma dieta rica em proteínas e pobre em carbohidratos, apesar de ser desequilibrada do ponto de vista nutricional, é um método eficiente de perder peso.


A grande vantagem da dieta das proteínas é saber que pode comer sem grandes restrições em relação à quantidade ingerida e mesmo assim emagrecer. No entanto existe um senão. Apenas se pode ingerir à vontade alimentos ricos em proteínas.


É sabido que dietas com consumo superior a 1300 calorias diárias têm poucas hipóteses de dar certo. Então porquê o sucesso deste tipo de dieta? Aparentemente as pessoas mesmo podendo comer à vontade acabam por comer pouco se forem proibidas de comer pão, massas, bolos, batatas e outros alimentos ricos em carbohidratos.


As carnes e os peixes possuem uma elevada percentagem de proteínas e baixa quantidade de carbohidratos, atributos que fazem destes alimentos uma peça central da dieta. Mas cuidado! Esta não é uma dieta equilibrada e alguns especialistas suspeitam que embora faça baixar o seu peso possa levar concomitantemente a aumento de ácido úrico ou a problemas renais pelo que não deve ser seguida por doentes renais ou com gota. As últimas informações são de que o colesterol não aumenta se seguir um plano deste tipo, mas não confie demasiado Se tem o colesterol já muito elevado, faça análises regulares e aconselhe-se com o seu médico. O plano de dieta apresentado não deverá ser seguido sem supervisão médica por longos períodos de tempo.


Dieta Tipo


PEQUENO-ALMOÇO
Queijo (magro): 1-2 fatias finas
Ovos: 1 ou 2.
Limonada fraca (1/2 limão), café ou chá


MEIO DA MANHÃ
Presunto (de aves ou de porco): 3-4 fatias


ALMOÇO
Carnes brancas à vontade (peixe ou frango), preparada a seu gosto (de preferência grelhados), 2-3 claras de ovos mexidas, alface tomate


LANCHE
Iogurte magro (1 ou 2)


JANTAR
Refeição também a base de proteínas, mas com mais liberdade no tocante à variedade de carnes e peixe. Verdura a acompanhar. Gelatina dietética como sobremesa


Alimentos permitidos 
Fontes de proteínas: carne, peixe, marisco, atum, verduras, saladas, presunto, fiambre.
Fontes de fibras: abóbora, agrião, aipo, alface, beringela, brócolos, cebola, cenoura, cogumelos, couves e repolhos, espargos, espinafre, feijão, verde, pepino, pimentos, tomate.


Alimentos proibidos
Álcool, bolos, pão, bolachas, milho, massa, arroz, batata, doces, banana, uva, figo e fruta com muito amido, cereais, nabo, rabanete, beterraba e refrigerantes não dietéticos.


Alimentos a ingerir moderadamente 
Carne gorda, queijo e ovos.


Fruta não recomendada
cereja, figo, maçã, pêra, pêssego, romã.


• Durante as primeiras duas semanas, não usar os vegetais com mais conteúdo de carbohidratos como as cenouras e o feijão verde, mas depois introduzi-los na alimentação.


• A fruta mencionada como não recomendada não deve ser consumida na fase de perca de peso mas deve depois ser introduzida com moderação na alimentação.


• As únicas fontes de fibras desta dieta são as saladas cruas, a variedade permitida é muito grande e a ingestão de verduras e legumes facilita o processo digestivo e previne a prisão de ventre por isso não as elimine.


• Beba no mínimo 2 litros e meio de água por dia.


• Se tiver fome entre as refeições coma fiambre, presunto, carne assada, atum magro, ovos cozidos ou gelatina de dieta.


Fonte
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL